(27) 3324-6234 / 99961-9757 contato@ciadaviagem.com.br
(27) 3324-6234 / 99961-9757 contato@ciadaviagem.com.br

O Turismo de Isolamento a nova tendência que chegou com tudo!

Mas afinal, o que é o turismo de isolamento?

A ideia é se isolar, normalmente em meio a natureza, numa praia deserta, na montanha, na serra ou no campo, afinal, durante a pandemia do COVID-19, ninguém mais aguenta ficar somente dentro de casa.

Casas em meio a natureza, onde os hóspedes possam curtir cachoeiras, trilhas ou apenas um espaço ao ar livre é o que mais atrai aqueles que querem sair um pouco da rotina, ter um gostinho de viagem e, ainda assim, se manter isolado.

Existem também opções de hotéis que cumprem com todos os requisitos de segurança e higienização, além de hotéis e pousadas que possuem chalés separados uns dos outros, trazendo assim ainda mais segurança aos hóspedes que podem ainda assim manter o isolamento.

Com isso, o viajante pode viajar, conhecer um novo destino e curtir suas férias mesmo em meio a essa crise que vivemos. É um estilo de viagem mais íntimo e, acima de tudo, com pouco (ou nenhum) contato com outras pessoas, com foco no descanso e com a premissa de sair da rotina.

Pensando nisso, preparamos um guia com os 6 principais aspectos que devem ser levados em consideração na hora de programar uma viagem de isolamento:

Escolha bem o meio de transporte:

O melhor é escolher destinos que você possa visitar de carro ou em um voo curto e direto. Voos com escala costumam passar por aeroportos grandes e muito movimentados, o que pode significar aglomeração. Diminuir o tempo de viagem e evitar ônibus lotados são as melhores opções para minimizar o risco de contágio durante a jornada.

Prefira destinos sem aglomeração:

Se você sempre quis visitar um local devido aos seus museus, seus mercados gastronômicos ou seus pontos turísticos concorridos, esse destino deve ficar para depois. Neste momento, visite lugares que chamam a sua atenção pela natureza, as montanhas, os parques, os hotéis-fazenda… eles serão ótimos para desopilar a cabeça, descansar, tomar um sol, ver um pouco de verde – coisas que nos fazem falta, para o corpo e a mente, nesse período de isolamento.

Confira os protocolos de segurança da hospedagem:

Antes de escolher onde passar a noite, entre em contato com os hotéis ou pousadas e pergunte como estão lidando com os protocolos de segurança. Qual é o nível de isolamento da sua habitação? Haverá contato com outros hóspedes? Onde e como são feitas as refeições? Como as áreas comuns são desinfetadas? Esses são alguns dos questionamentos que devem pesar na sua decisão.

Pense em alternativas aos destinos de praia:

Será que uma praia muito popular (do Rio, do litoral paulista, do Nordeste…) é uma boa ideia nesse momento? Por mais que seja um destino de natureza, as praias são muito visadas. Vemos constantemente notícias de praias lotadas e aglomeradas, com visitantes que não respeitam o distanciamento. Reflita e busque destinos alternativos para se refrescar, como cidades de serra, com lagoas e cachoeiras.

Prefira viajar durante os dias de semana:

Se puder tirar alguns dias de folga para viajar, não hesite em fazê-lo. Nos fins de semana, tudo tende a estar cheio de gente. É mais provável que você encontre um nível mais adequado de distanciamento social (no aeroporto, no avião, no próprio destino…) durante a semana.

Lembre que o mundo conta com sua responsabilidade:

Não é preciso falar que a pandemia continua aí fora, mas vamos falar mesmo assim: os números podem até indicar que o pior já passou, mas o cenário ainda inspira muitos cuidados. Procure não fazer viagens em grupo – este não é um momento para grandes confraternizações, e sim, para um descanso reservado. Se sair da sua habitação, use a máscara corretamente, e sempre carregue um frasco de álcool gel para qualquer necessidade.

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS
Companhia da Viagem